quem-somos

História Pão Dourado

A nossa história, como marca Pão Dourado, começa em 1986. Porém, 10 anos antes acontecimentos importantes devem ser ressaltados. Em 1976, na Ceilândia os Srs. Tito Viana e Licio Viana, abriam uma fábrica de bolos caseiros. Recém chegados de Minas Gerais, os irmãos resolveram começar a vida produzindo bolos de receita familiar.

Essa fábrica cresceu e 10 anos depois, foi aberta a primeira padaria dos irmãos, na atual quadra do Guará 2 QE 15, nascia a padaria Diamantina, destinada a oferecer o básico de uma padaria na época.

Em 1986, abriu-se uma segunda filial da padaria, na mesma quadra só que no comércio ao lado. Dessa vez nasce a primeira padaria com o nome Pão Dourado. O que seria o começo de uma grande história.

Em 1988, Tito Viana admite dentro da empresa seu filho mais velho, Darlan Viana Costa, trazendo um espírito jovial à administração vigente na loja Pão Dourado. Com sede de crescimento e muito conhecimento adquirido da escola da vida, Darlan começa a investir em novos mercados e oportunidades.

De 1988 a 1992 estruturou-se a única loja da rede para oferecer um atendimento de qualidade que, posteriormente, seria reconhecido como diferencial da rede Pão Dourado. Um lugar para se sentir em casa.

Em 1994 entrou para a administração da loja o irmão mais novo, Darley Costa. Ano da primeira reforma na padaria da QE 15.

Em 1998, 4 anos após a reforma. Foi avistada uma oportunidade de expansão. A marca ganhara nome no bairro residente e a pressão para abertura de mais uma unidade, fez com que em 1998 na QI 25 do Guará 2 fosse aberta a segunda loja Pão Dourado.

Em 2000, grandes novidades vieram nesse ano. A mais marcante foi a reforma na loja da QE 15, trazendo um novo conceito de padaria, espelhada nos modelos de serviços oferecidos pelas padarias de São Paulo e outros estados, a rede trouxe para o DF uma nova experiência em compras de panificação, com isso um novo layout de loja foi criado. E perdura até hoje a mesma identidade visual das lojas.

Em 2003 foi aberta a terceira loja da rede em um bairro crescente na cidade, Sudoeste. Abriu-se a primeira loja fora do bairro principal da rede, em um bairro diferenciado do que estavam acostumados os gestores da marca.

Em 2004, devido à grande sucesso de público no sudoeste, foi aberta a quarta loja da rede. Localizada também no sudoeste, com intuito de desafogar a demanda de uma loja em outra.

Ano de 2005, um grande ano para o grupo Pão Dourado, com a inauguração da Central De Produção de Alimentos (CPA). Onde 80% dos produtos comercializados em loja são feitos e embalados na central e distribuido entre as lojas. No Ano de 2006 outro bairro começava a se destacar no DF, Águas Claras. Com promessa de prédios altos e uma grande população. Foi aberta então a quinta loja da rede na avenida Araucárias. Um grande sucesso. Em 2007 surgiu a oportunidade de abertura da primeira loja no Plano Piloto. Asa Norte foi o ponto escolhido, 313 norte, com fluxo para os dois lados e um movimento intenso de pessoas. Mais uma tacada de sucesso. Em 2008 mais duas lojas abriram na rede. Uma na Saída Sul de Brasília, voltada para a EPNB, loja com grande fluxo de clientes cujo forte é a lanchonete. E mais uma loja em Águas Claras foi aberta, dessa vez na outra avenida principal, Av. Castanheiras. Em 2010 foi aberta a loja do Jardim Bortânico, localizada na entrada dos condomínios com grande exposição de marca. Em 2011 foi a vez de testar algo diferente. Focado no mercado de coisas pequenas e de lanches e agilidade foi criada a Pão Dourado Express, com mix de produtos diferenciados e layout de loja reduzido. Em 2012 devido à grande demanda de frios fatiados nas lojas, foi criado a Central de Frios. Onde são fatiados todos os frios e queijos da rede e embalados localmente em ambiente com atmosfera alterada e baixa temperatura, garantindo assim a qualidade final dos frios. 2014/2015 Abertura da nova CPA, localiada no SIA. Fazendo parte do nosso primeiro passo para o projeto de expansão de 5 anos.